9 dicas para a compra do primeiro imóvel

9 dicas para a compra do primeiro imóvel
22 abr. 2024

Separamos 9 conselhos para te ajudar na compra do primeiro imóvel e passar por esse processo de forma mais leve e eficiente: confira!

A compra do primeiro imóvel costuma ser um grande passo na vida da maioria das pessoas. É um dos movimentos mais importantes e está cercado de muitas expectativas e dúvidas. Para facilitar este processo, listamos 9 dicas para a compra do primeiro imóvel.

Confira abaixo!

Qual é o impacto de um imóvel na vida de um brasileiro? Explicamos em detalhes neste artigo!

1. Defina os seus critérios

Este é o caminho inicial para a compra do primeiro imóvel. Qual é o seu orçamento? Qual a localização desejada? Que tipo de planta é esperada: dois quartos, três quartos, quantos banheiros? Todas essas questões são fundamentais para determinar a busca pelo negócio ideal.

2. Não esqueça dos parâmetros de valorização

Ninguém compra um imóvel já pensando em sua venda, mas é importante considerar a sua valorização ao longo do tempo. Nesse contexto, procure ser menos impulsivo e emotivo para avaliar as características da localização do empreendimento e de sua oferta de serviços próxima, a qualidade dos acabamentos e como este imóvel se enquadra na maneira como a cidade está se expandindo.

3. Compreenda o seu orçamento a fundo

Para a compra do primeiro imóvel, é importante entender o seu orçamento – ou a composição familiar do orçamento. É preciso estabelecer os valores de entrada (que podem ser complementados pelo FGTS), quanto será financiado ou pago via consórcio e qual a expectativa da taxa de condomínio. Tudo isso precisa ser avaliado, pois a compra de um imóvel costuma envolver outros valores.

4. Não esqueça dos custos “invisíveis”

A compra do primeiro imóvel pode trazer valores que são uma surpresa para muitas pessoas. Como demonstramos neste artigo, o ITBI, a Escritura e o Registro de Imóveis estão entre as “taxas surpresa” que precisam ser consideradas em seu orçamento. Até mesmo porque, na maioria dos casos, a mudança só pode ser feita ao quitar esses custos invisíveis.

Confira 6 dicas para sair do aluguel e comprar um imóvel!

5. Busque uma incorporadora de confiança

Muitos optam por adquirir os imóveis na planta ou no início do seu processo construtivo, o que é uma atitude inteligente para aumentar o potencial de valorização e reduzir os custos. No entanto, antes de fazer isso, pesquise sobre o histórico da construtora ou incorporadora. Em um volume de investimento alto como o de um imóvel, a credibilidade é fundamental.

Conheça a história da Víncere Incorporadora, que está há mais de quatro décadas no mercado curitibano.

6. Visite o imóvel mais de uma vez

É difícil não ser impulsivo quando encontramos um imóvel que cabe no orçamento e nos encanta, não é mesmo? Mas uma boa dica é visitar o imóvel mais de uma vez, especialmente em horários diferentes.

Esse cuidado vai trazer uma nova percepção sobre o local (como a iluminação, por exemplo) e trazer mais insights sobre a vizinhança. Além disso, isso vai dar mais condições para analisar detalhes que passariam despercebidos em uma visita única.

7. Não tenha medo de negociar

Um imóvel é, em muitos casos, o principal investimento da vida de muitas pessoas. Por isso, além de esperar um momento econômico propício, não se deve ter medo de negociar. Perceba as nuances de um empreendimento: há quanto tempo está anunciado? Quantos outros apartamentos estão à venda? Isso traz informações que podem auxiliar na negociação.

Tendo isso em mente, faça ofertas que estejam alinhadas ao seu orçamento e conte com o apoio de um corretor de confiança.

8. Valorize as áreas comuns

É comum que, na compra do primeiro imóvel, as pessoas se fixem apenas nas áreas privativas. Entretanto, com a dinâmica de home office e a busca por mais conforto e qualidade de vida, áreas comuns como academia, piscina, entre outras, facilitam a vida e são muito importantes na rotina.

9. Salve recursos para mobília

Imóvel adquirido, taxas pagas e é hora de mudar? Na maioria dos casos, será preciso ainda investir na mobília e na decoração do imóvel. Por isso, na hora de definir o orçamento, separe um valor para garantir o conforto para o início de sua vida.

Não sabe como mobiliar? Confira algumas tendências de 2024 para te ajudar!

Piso, armários embutidos, eletrodomésticos, cama… Pense, inicialmente, no indispensável para ter conforto e curtir essa mudança.

Está em busca de um imóvel em Curitiba? Conheça os empreendimentos já desenvolvidos pela Víncere Incorporadora em localizações estratégicas da capital paranaense!

COMPARTILHE:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Hall de entrada e seu impacto em um empreendimento
Autor: Vincere Incorporadora

Hall de entrada e seu impacto em um empreendimento

Cartão de visita, o hall de entrada transmite as primeiras impressões a respeito de um edifício, tornando-se importante para...

Apartamentos openview: a busca por integração
Autor: Vincere Incorporadora

Apartamentos openview: a busca por integração

Este modelo de planta traz mais versatilidade aos imóveis, fazendo com que se alinhem ao interesse dos proprietários em...

As vantagens de morar em um condomínio misto
Autor: Vincere Incorporadora

As vantagens de morar em um condomínio misto

Empreendimentos incluem unidades residenciais e comerciais em um mesmo local, agregando valor para aqueles que residem no imóvel Já...