Quiet luxury: conheça mais sobre esta tendência

Quiet luxury: conheça mais sobre esta tendência
30 out. 2023

Da escolha de roupas e carros e chegando ao mercado imobiliário, o quiet luxury deixa de lado a ostentação e foca na discrição, elegância, sustentabilidade, tecnologia e segurança

Um novo conceito vem ganhando corpo entre a população de classes mais elevadas. Nascido do universo da moda, o quiet luxury está se expandindo para outros segmentos, incluindo o setor de imóveis e áreas relacionadas, como o design de interiores e a arquitetura. 

Mas o que significa esta nova tendência?

O principal foco está em uma valorização da discrição e da elegância, deixando de lado aspectos de ostentação. Ou seja, ao mesmo tempo em que se prioriza a qualidade, a exclusividade, o conforto e a funcionalidade, o propósito está em ter materiais de qualidade, mas sem exibi-los.

Há preocupação com detalhes e com a qualidade dos materiais, mas pensando na experiência e nas sensações trazidas por esses bens. Quando se trata de mercado imobiliário, trata-se de focar em um design exclusivo, materiais de qualidade e acabamentos premium, mas com um perfil minimalista.

Como esta tendência ganhou corpo?

Há vários fatores para compreender o desenvolvimento do quiet luxury, mas três deles se destacam: a sustentabilidade, a tecnologia e a segurança.

Sustentabilidade – Há uma camada das pessoas com maior condição financeira que perceberam a necessidade de reaproveitar itens de decoração e valorizar produtos com alta qualidade e durabilidade, em especial a chamada geração Z

Dessa forma, não há necessidade de substituição com frequência – o que é benéfico para o planeta – e até mesmo a reutilização de itens na decoração de novos ambientes ou em mudanças.

No mercado imobiliário, questões como reaproveitamento de energia, de água e planejamento considerando as características de um local – como o vento, que interfere em um menor uso de ar-condicionado e aquecimento – são vistas como positivas em um condomínio de alto padrão.

Segurança – No quiet luxury, as pessoas estão mais interessadas em adquirir produtos autênticos e que reflitam seu estilo de vida. Essa metáfora ajuda a entender o segundo ponto: a segurança.

É possível comparar com o mercado de carros: o quiet luxury prega que se opte por um veículo elétrico em vez de um super esportivo, que atrai a atenção de todos – inclusive de quem não se deseja.

Uma vida mais discreta, ainda mais em um país com problemas de segurança pública como o Brasil, diminui os riscos aos quais as famílias estão expostas. Muitos veículos elétricos ou condomínios sem ostentação oferecem toda a estrutura de conforto e qualidade de vida, mas sem aparentar.

Seu condomínio já conta com a infraestrutura necessária para os carros elétricos?

Tecnologia – É impossível se pensar em conforto e qualidade de vida sem integrar a tecnologia à moradia. 

Nesse quesito, a relação entre o imóvel, o design e a tecnologia são fundamentais para se atingir um padrão de vida esperado. Abordamos os benefícios das chamadas “smart homes” neste artigo do blog.

Além das questões de funcionalidade, segurança e sustentabilidade, a escolha de imóveis ganha uma importância adicional na localização. Dentro do quesito conforto e funcionalidade, costuma-se optar pelos locais de fácil deslocamento e com excelente oferta de serviços.

Em Curitiba, por exemplo, estamos falando de bairros como o Centro Cívico ou o Juvevê.

Uma vida mais discreta

Dentro dos imóveis, o quiet luxury se reflete na interpretação sobre os materiais usados para o acabamento e na decoração. O propósito está em garantir conforto, funcionalidade e, em muitos casos, uma visão minimalista, valorizando os espaços vazios dos ambientes.

Algumas das prerrogativas da tendência são:

– Privilegiar o conforto e a funcionalidade da decoração;

– Optar por imóveis bem localizados e que ofereçam diferenciais, como uma boa vista, do que casas mais amplas e afastadas dos serviços dos grandes centros;

– Focar na discrição, tanto no que diz respeito ao mundo externo quanto nas escolhas internas;

– Optar por objetos atemporais e duráveis, não necessariamente seguindo tendências de momento.

Conheça os empreendimentos da Víncere Incorporadora com unidades disponíveis.

COMPARTILHE:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Você conhece os smart condos?
Autor: Vincere Incorporadora

Você conhece os smart condos?

Condomínios inteligentes introduzem a tecnologia à rotina, visando a integração com o meio ambiente e proporcionando boas experiências aos...

As tendências para mobiliar apartamentos em 2024
Autor: Vincere Incorporadora

As tendências para mobiliar apartamentos em 2024

Investir na cor do ano – Peach  Fuzz –, destaque para a natureza, foco na sustentabilidade e iluminação automatizada...

Bairro Cabral: a representação do que é viver em Curitiba
Autor: Vincere Incorporadora

Bairro Cabral: a representação do que é viver em Curitiba

Com excelente infraestrutura de mobilidade e de serviços, o Cabral se apresenta como ótima opção para morar e investir,...